O Segredo De Uma Vida Longa Pode Ser Genético

Viver mais de 100 anos parece algo incrível e poucas pessoas chegam perto de tal idade. De fato é fascinante imaginar que uma pessoas possa acompanhar todas as mudanças que o  mundo pode sofrer nesse tempo.

Ao ver alguém com tanta experiencia de vida é comum se perguntar como é possível. Será que é a dieta? Será que está ligado à felicidade?

Mas uma recente pesquisa parece indicar que o segredo está nos genes.

Na década de 1990 foi descoberto que um gene, chamado de FOXO3A, estava ligado ao envelhecimento de larvas e moscas, e em 2008 um grupo norte americano relatou a presença de uma variante desse gene em um grupo de pessoas com mais de 95 anos.

Neste ano, um grupo de cientistas alemães publicou os resultados de uma comparação entre o DNA de 388 pessoas de idades avançadas com o DNA de 731 pessoas mais jovens. Os resultados foram muito claros: essa variação do gene FOXO3A foi muito mais frequente no grupo de pessoas mais velhas.

Assim, podemos pensar que pessoas que possuem essa variação do gene têm mais chances de atingir idades mais avançadas.

Mas é claro que o comportamento durante toda a vida é uma forte influência, uma vez que a presença do gene não garante uma vida longa.

Mais informações podem ser encontradas nessa referência

.

Sobre Daniel Bagatini

Curioso, chato e muito ocupado. Se não esqueci nada, essa dever ser a melhor definição de mim mesmo. Se ainda quer saber mais, sou um aspirante a Doutor e atualmente Professor (ou babá) de Ensino Fundamental. Adoro crianças, principalmente quando elas viram adultos e saem de casa, caso estejam assadas também são uma opção muito boa! ;p